Moral da história. Príncipe Encantado só tem um e casou-se com a Cinderela.

Hoje acordei atrasado, com aquela sensação de pesado, e olha que eu nem jantei, demorei alguns minutos pra despertar e fiquei preso em alguns pensamentos. Na verdade meus pensamentos são de doer. E melhor é falar de situações que de mim mesmo. Mesmo porque aqui posso revelar apenas parte. Nem me movi e já estava pensando em como os anos estão passando rápido. (ESTRANHO PARA O PRIMEIRO PENSAMENTO DO DIA, TALVEZ TENHA TIDO PESADELOS)

Levantei e olhei no espelho. Pra maioria dos homens o espelho é um bom companheiro que só mostra o que queremos ver. No meu caso, principalmente pelo meu senso critico é brabo... Cabeça branca, barba branca, e nem devia falar mas a barriginha ta sinistra....(KKKKK) Será que eu ronquei esta noite?

Meu Deus alguém tem um antídoto pra velhice? E a coluna que ta dando sinais de vida. Coloquei uma música para tocar do celular... Era a musica que tocou quando minha esposa entrou na igreja. Pra minha derrota lembrei que ela me disse que eu parecia um príncipe esperando ela no altar... Estaria eu lentamente me transformando em um sapo? O dono deste conto poderia dar uma melhoradinha no personagem principal? Da pra fazer esta gentileza? PRENDAM O FANTASMA DOS ANOS FUTUROS, ELE QUER ME TIRAR A PAZ... COLOQUEM A MADRASTRA MÁ ATRAZ DAS GRADES... ESCONDAM TODAS AS MAÇÃS ELAS PODEM ESTAR ENVENENADAS... ESPELHO NEM SE ATREVA... KKKKKK KKKKK

Passado o surto matinal, depois de dois tapas na própria face, e com o comando toma vergonha nessa cara. Decidi cortar o cabelo mais tarde, fazer a barba, procurar uma academia e permitir que o bom e velho espelho minta pra mim dizendo: como estou bem apesar da idade (ESCLAMAÇÕES, RISOS). Decidi acreditar que pelos olhos de minha esposa ainda sou o príncipe que ela viu arrumado no altar. To preocupado mas nem tanto... A final de contas todas as minhas histórias tem uma moral. E o Moral da historia. Príncipe Encantado só tem um e casou-se com a Cinderela.

Moral da história. Quem é vivo sempre aparece! (SNIF, SNIF, SNIF)

Amigos, amigos e amigos. Demorei a decidir e marcar minha volta. Sabe como é, fui para o exterior pela primeira vez e quando voltei o caos não me permitiu voltar para a rotina. Ainda não estou bem adaptado, mas aqui vou eu... Estarei publicando nos próximos dias minhas lembranças da viagem e começo com o meu retorno ao Brasil, terra da mortadela...

Você deve estar se perguntando o motivo de começar pelo fim e o porque do “terra da mortadela” então vou lhe esclarecer. Primeiro começar pelo final é sempre mais divertido e segundo que esta lembrança me irrita e faz rir até hoje...

Estava em Madrid na volta, apreciando os minutos finais de ares do bom e velho mundo e entre outras coisas tive o prazer de degustar o famoso presunto de Parma (MUITO REBUSCADO NÉ. KKKKK KKKKK). Tudo muito bom até entrar para a última coxão para o Brasil. (RESSALTO QUE A VIÁGEM FOI EXPETACULAR EM TODOS OS SENTIDOS.)

O avião decolou e depois de alguns minutos foi servida a comida. Me senti como um astronauta voltando do espaço e entrando na câmara de readaptação. Junto da minha refeição um belo pão francês recheado de mortadela. Me perguntei. Cadê o presunto? Onde foi parar a pasta ou o pollo (frango)?

E minha resposta mental foi imediata... Acorda você está entrando novamente na atmosfera brasileira, precisa se acostumar novamente com ônibus lotado, trabalho todo dia, Marmita, MORTADELA (QUE MEDO, KKKKK). Por pouco o desespero não toma conta. Minha mente continuava a trabalhar. Até algum dia banhos diários de banheira, garçons prontos para me servir, passeios, comidas interessantes, compras em lugares inusitados, banho no Mar Morto, sombra e água fresca, hotel 6 estrelas...

Assim como você eu me acostumo fácil com o que é bom. (kkkk) Mas eu estou de volta e quase readaptado. Afinal não poderia deixar meus leitores/amigos sem meus comentários. Entendeu o motivo da mortadela? Moral da historia. Quem é vivo sempre aparece. (SNIF, SNIF, SNIF)