Moral da história: O mau do esperto e achar que todo mundo é otário.


Galera, eu preciso desabafar. Estava eu, no ponto de ônibus quando uma senhora com um lenço mal amarrado na cabeça, pedindo uma ajuda pra pagar a passagem. Até ai tudo bem. O problema é que ela voltou no dia seguinte, e no outro e eu acabei perguntando pra esperta: a senhora vem sempre aqui? Ta me achando com cara de otário? (E A ESPERTA SAIU RINDO). Ai, o despachante me disse que a “esperta” todo dia passava ali pedindo dinheiro, e com o que ela tava arrecadando já devia dar pra comprar uma passagem pra Disney.

Trabalhar que é bom nada. Ai eu fico imaginando a mendiga/maluca/esperta pagando a passagem de avião pra Disney e eu indo de ônibus em pé pra casa. (MUITA RAIVA). Ou melhor, a pessoa indo de taxi pra casa, com o meu dinheiro. (TA DE SACANAGEM) Ou até depois de chegar em casa, assistindo a novela na TV de plasma com o home theater que eu paguei. (AE, SE EU TOPAR COM ELA DENOVO EU DOU UMA BANDA) A mendicância virou uma profissão rentável. (ISSO É O CÚMULO DA SEM VERGONHICE). Daqui a pouco ela ta dando curso básico de como pedir dinheiro no sinal. (SE VOCÊ TA PENSANDO EM FAZER O CURSINHO PRA VIAJAR PRA DISNEY PODE TIRANDO SEU PONEY DA CHUVA).

Minha esposa (SEMPRE TENHO QUE FALAR NELA!!! KKKKK), me disse que a alguns anos ela ouviu falar de um cara que comprava um bife, amarrava na perna e fingia que era uma ferida. É muita criatividade. Muita esperteza!!!! Da próxima vez eu vou oferecer uma lavagem de roupa ou uma faxina ou até pra capinar um terreno. (EU SEI QUE VOCÊ JÁ DEU SEU RICO DINHEIRINHO TAMBÉM... PODE PARAR DE RIR.) Moral da história: O mau do esperto e achar que todo mundo é otário.

5 comentários:

Reginaldo Oliveira disse...

Muito bom!!! Qual o endereço do curso mesmo? kkkk

DaVisa Bolo's disse...

Por isso é que nunca dou dinheiro a nenhum pedinte pois acham que somos otários kkkkkk
Parabéns por essa coluna

Silverio Castro disse...

Brigaduuuu!!!

Helio Vidal disse...

Cara, que bom te ler. Sim, essa turma de malandros. Pelo social sou a favor de dá trabalho, sempre trabalho.
Um abraço.

Anônimo disse...

Pô o que tem de gente esperta neste mundo, eu conheci um mendigo que no fim da tarde voltava para casa de carro se mantinha com o que pedia na rua. Isso ha 15 anos atrás no Espirito santo

Postar um comentário